segunda-feira, dezembro 10, 2007

James Natchwey
















Não conhecia o homem.
Conheci-o no documentário "War Photographer" e fiquei fã.

James Natchwey (no filme, Jim) é um fotojornalista que trabalha principalmente em cenários de guerra, conflitos e situações de injustiça social. Esteve em todos os pincipais conflitos mundiais das duas últimas décadas. Passou por El Salvador, Nicarágua, Guatemala, Líbano, Gaza, Israel, Indonésia, Tailândia, Índia, Sri Lanka, Afeganistão, Filipinas, Somália, Sudão, Ruanda, África do Sul, Rússia, Bósnia, Tchechnia, Kosovo, Roménia, Brasil, Iraque...
É, provavelmente o mais famoso fotógrafo de guerra actual. (shame on me...)

As suas fotos transmitem-me uma incrível sensação de proximidade, seguindo isto à risca: "If your pictures aren't good enough, you're not close enough." (Robert Capa)

Achei incrível ver, na Faixa de Gaza, como ele se mantinha impávido e sereno a fotografar, no meio de explosões e trovas de tiros, enquanto os próprios combatentes palestinianos se encolhiam.


























Em 2003 foi ferido no Iraque, continuando a tirar fotos do pessoal médico, até desmair. Um dos seus últimos trabalhos é precisamente sobre os feridos e a medicina na guerra do Iraque















Em 2007 recebeu o prémio TED (Ideias Worth Spreading). Aqui fica o vídeo da entrega do prémio, onde Jim fala sobre as fotos e cenários por onde passou, desde a Irlanda do Norte em 1981 até à actual guerra no Iraque.



"If this were a perfect world, everybody would see the photographer James Nachtwey’s astonishing shows at the United Nations and at 401 Projects in the West Village." - NY Times

São fotos e pessoas assim que ajudam o mundo a se tornar num sítio melhor.
Enviar um comentário