sexta-feira, março 23, 2007

sacrifícios

Certamente, é mais razoável sacrificar a vida às mulheres que aos selos, às velhas tabaqueiras, até aos quadros e às estátuas.
Apenas o exemplo das outras colecções deveria advertir-nos que mudássemos, que não tivéssemos uma só mulher, mas inúmeras.


Marcel Proust, O Caminho de Guermantes

Enviar um comentário